Análise às respostas ao inquérito ao estacionamento no Areeiro de Dezembro de 2017

1. A maioria dos residentes chega de carro entre as 18 e as 20 (pico de procura de lugares de estacionamento)
2. 81.1% usa lugares da EMEL, mas 11.7% têm parque de estacionamento e apenas 6.3% garagem própria
3. De manhã, a maioria dos moradores deixa o lugar de estacionamento entre as as 8:00 e as 9:00 (mais de 55%)
4. Cerca de 50% gastam entre 5 a 10 minutos à procura de lugar para estacionar
5. 43.2% declara que estaciona longe de casa por não encontrar lugar perto
6. 41.4% tem 2 dísticos EMEL a mesma percentagem que tem apenas 1 (a confirmar-se será uma média mais baixa que a da cidade de Lisboa)
7. 29.7% admite estacionar, frequentemente, fora dos lugares oficialmente consagrados para esse efeito
8. 9.9% tem uma avença num parque das redondezas
9. Apenas 1.8% tem uma avença no Parque da Junta de Freguesia
10. 64% entende que a Junta deve expandir o seu parque de estacionamento
11. 69.4% acha que os parques da Empark e EMEL são demasiado caros e 62.2% que fazem falta mais parques destes operadores
12. 74.% não quer prescindir de ter carro próprio e de o trocar por um sistema de mobilidade partilhada (mas 20.7% admite tal opção)
13. 51.4% admite ter alternativas de transporte público
14. 85.3% declara andar mais de 8 vezes de carro por mês, 13.7% entre 2 a 8 vezes
15. 88.1% usa automóvel como “veículo corrente” e apenas 3.6% a bicicleta. As outras formas de mobilidade são vestigiais
Conclusões e Propostas:
1. Lugares reservados para empresas e autarquias (CTTs, AML, Junta e CML) devem ter sempre, por regra, limitação apenas para horas laborais cessando esta pelas 19:00 e começando pelas 9:00
2. Devem ser aumentados os lugares de parque de estacionamento (nomeadamente para compensar o fim do parque Empark da Sacadura Cabral)
3. Devem ser reforçados os lugares de estacionamento, nomeadamente pela criação de “estacionamento em espinha” onde tal for tecnicamente viável e criando novos lugares sempre que isso for possível (p.ex. Bairro dos Actores e Sacadura Cabral)
4. Aumentar a quantidade de lugares do Parque de Estacionamento da Junta de Freguesia (existem terrenos livres adjacentes)
5. Realizar contactos com Empark e EMEL no sentido destas entidades descerem os preços dos seus parques (nomeadamente através de contratos de volume com a Junta de Freguesia)
6. Reforçar (muito) a oferta dos sistemas de mobilidade partilhada em Lisboa

Actualização de 10.01.2018
Este inquérito foi publicado (com autorização) no site da Junta de Freguesia do Areeiro:
http://www.jf-areeiro.pt/pt/inquerito-ao-estacionamento-na-freguesia-do-areeiro

Proposta para uma Assembleia Deliberativa em Lisboa [respondida]

Screen Shot 01-08-18 at 12.45 PM

“Os subscritores desta mensagem propõem à CML que, a partir de uma base de eleitores do concelho de Lisboa, seja seleccionado aleatoriamente um grupo de cidadãos que forme uma Assembleia Deliberativa a qual, durante alguns dias e com acompanhamento de Facilitadores e Peritos sobre o tema a abordar possa apresentar propostas concretas de melhoria para o tema à autarquia.

O tema será previamente votado na Internet por todos os lisboetas que queiram participar nessa fase do processo deliberativo.
Propomos ainda que exista um orçamento plurianual para a implementação destas propostas e que esta assembleia seja constituída e se reúna nas mesmas instalações onde hoje se reúne a Assembleia Municipal de Lisboa”

uma implementação (entre várias) deste modelo:
https://www.citizensassembly.ie/en/

Subscrevem:
Rui Martins
Jorge Oliveira
Madalena Matambo Natividade
Cláudia Casquilho
Elvina Maria Reis Rosa
Anabela Nunes
Nuno Miguel Cabeçadas
Luis Seguro
Paulo Jorge Costa Ferreira
Mira de Lacerda
Isabel Tomas Rodrigo
Sara Bogarim Sacha
Ana Benavente
João Martins
Catarina Rebelo
Isabel Simões
Antonieta Moëllon
Cristina Azambuja
Maria Saraiva
Mafalda Toscano Rico
Ilda Cruz
Maria Julieta Mendes Martins
Zélia Pereira
João Ribafeita
Jose Alves
Luz Farinha Lopes
Maria João Serra
Maria Anabela Melo Egídio
Vasco Ribeiro
Pedro Coimbra
João Pedro Cegonho
Lourenço Jardim de Oliveira
José Augusto Da Silva

Actualização de 17.01.2018
Decorre actualmente uma implementação deste modelo à escala autárquica: trata-se de Toronto (http://prp.to) o “Toronto Planning Review Panel” com 32 membros escolhidos num processo intitulado de “lotaria cívica” por forma a representar toda a diversidade populacional da cidade e trazer até ao processo de planeamento urbano da cidade novas vozes geralmente alheias ao processo político de decisão.

Actualização

“Entregámos à CML uma proposta para criar uma Assembleia Deliberativa (de base aleatória). É algo que foi notícia na Antena 1, no Público e no Corvo. É algo que está a ser implementado neste momento, p.ex., na cidade de Toronto. Poderia ser um método complementar de gerar propostas para a cidade semelhante ao Orçamento Participativo mas talvez solucionando alguns dos vícios que este mecanismo demonstrou ter nos últimos anos.”

Vizinho do Areeiro Rui Martins

“Só muito recentemente tive conhecimento do pedido para serem recebidos sobre a criação de uma Assembleia Deliberativa e em breve eu e o vereador Ricardo Robles que foi o gabinete que recebeu esse pedido, vamos recebê-los para podermos inteirarmo-nos um pouco melhor sobre a proposta e até que ponto é que ela pode ser integrada naquilo que são as nossas políticas de participação”

Vereador João Paulo Saraiva

Reunião Descentralizada da CML de 07.03.2018

https://www.youtube.com/watch?v=5sr7cjhNHZM

Actualização de 5 de Abril (Of/369/AML/18 – Proposta para uma Assembleia Deliberativa em Lisboa) da AML
Encarrega me o Exmo. Sr. Presidente em exercício da Assembleia Municipal de Lisboa Dr. Rui Paulo Figueiredo de enviar a Vª Exa o OF/369/AML/18 relativo a Proposta para uma Assembleia Deliberativa em Lisboa.”
78DOC077

“Câmara de Lisboa prepara fim à venda de bebidas em copos de plástico descartáveis” [O Corvo]

Screen Shot 01-03-18 at 10.13 PM

“A cidade de Lisboa deverá adoptar, durante os próximos anos, um conjunto de medidas restritivas da utilização de copos de plástico descartáveis para a venda de bebidas em estabelecimentos comerciais, a fim de aliviar as suas actuais pesadas consequências ambientais”
(…)
“na semana passada, O Corvo dava conta da contestação por parte de um grupo de moradores da zona do Bairro do Arco do Cego ao lixo produzido – para além do ruído – por agrupamentos de jovens que se concentram junto a um estabelecimento que vende cerveja a preços reduzidos. A Junta de Freguesia do Areeiro diz que tem de recolher centenas de copos de plástico, quase todos os dias. Uma das proposta da petição dos residentes na área, entregue na Assembleia Municipal de Lisboa para denunciar a situação – e promovida pelos colectivos Vizinhos do Areeiro e Vizinhos das Avenidas Novas – é da introdução de um sistema de bonificação de a quem devolva dez copos utilizados. Uma medida defendida também pela Quercus. “A introdução de um sistema de caução tem funcionado bem, há experiências positivas em festivais de música”, afirma Carmen Lima.”

http://ocorvo.pt/camara-de-lisboa-prepara-fim-a-venda-de-bebidas-em-copos-de-plastico-descartaveis/

Danos no passeio público e ruído provocados pelas obras do Centro Acqua no Av Roma 15 [Resolvido]

Screen Shot 01-03-18 at 12.56 PM

Se um (ou vários) empreiteiros realizam uma obra que afecta ou cria danos na via pública é do mais elementar bom senso que, finda essa obra, os reparem e reponham tudo no mesmo estado em que se encontrava antes.

Como se já não bastasse terem existido várias queixas por ruído de obras fora do horário legalmente determinado (às 22, 23, 5 e 6 da madrugada), fecho total de um dos passeios da Avenida de Roma durante 2 dias, bloqueios constantes e frequentes de um arruamento (Rua Oliveira Martins) e na curva de acesso à Avenida de Roma como, agora, fruto de reparações incompletas ou feitas de forma apressada observam-se agora vários buracos no pavimento que provocam quedas a transeuntes e cuja solução não parece iminente ou que está dependente de um “jogo do empurra” entre a Ares Capital EUA (proprietária das lojas ainda em obras) e a Sonae MC (Continente Bom Dia) e que confia – aparentemente – na intervenção da Junta de Freguesia para reparar com dinheiros públicos danos provocados por uma obra privada.
Os subscritores apelam assim à Sonae MC, e à Ares Capital (EUA) com CC da Junta de Freguesia para que assumam as suas responsabilidades e reparem os danos que as suas obras provocaram (assim como a um maior cuidado no respeito pela legislação do Ruído).

Subscrevem:
Rui Martins
Jorge Oliveira
Cláudia Casquilho
Paula Borges
Anabela Nunes
Vitor Manuel Teixeira
Maria João Gracio
Mira de Lacerda
Ana Mónica
Mariana Bettencourt
Isabel Tomas Rodrigo
Francisco Lopes da Fonseca
Emilio Santos Pinto
Ana Benavente
Cláudia Rocha
Dulce Amaral
Manuela Viegas
Ilda Cruz
Mariana Silveira
Abel Seixas
Jaime Amores
Josefina Martins
Irene Coelho
Helena Esteves
João Ribafeita
Luís Diamond
Renata Chaleira
Mariana Vences
Lucilia Guimaraes
Carla Caló
Pedro Coimbra
Pedro Pais de Vasconcelos
Bruno Beja Fonseca
Sérgio Castanheira de Almeida
Actualização de 05.01.2018
Decorrem reparações de um dos vários danos de calçada reportados.Resposta da CML de 12.01.2018:
“Consultado o processo 1690/DAE/GERRE2017 verifica-se que não foi concedida licença especial de ruído (LER) para a obra referenciada na vossa reclamação: centro comercial, Avª de Roma, 15-B.O indeferimento da LER teve por base a inexistência de justificação, no respectivo requerimento, que habilitasse esta Câmara Municipal a conceder, excepcionalmente, a pretendida LER. Mais se informa que, havendo reclamações com base na actividade da obra em causa e fora do horário legalmente admissível: 8H00 às 20H00, dias úteis, sem estar habilitada com LER, nos termos do artigo 26º, alínea e) do Regulamento Geral do Ruído, aprovado pelo DL 9/2007, de 17 de Janeiro, incumbe às autoridades policiais o poder de fiscalização, devendo nos termos do artigo 18º do referido regulamento, suspender oficiosamente ou a pedido do interessado a actividade, lavrar competente auto de ocorrência e remetê-lo ao Presidente da CML para instauração do respectivo procedimento de contra-ordenação.Assim, caso venham a constatar actividades fora do período normal de laboração, deverão solicitar  a presença das autoridades policiais, para procedimento de acordo com o previsto na lei.”

Actualização de 16.01.2018:
Embora nem a Sonae (Bom Dia Continente) nem a Ares Capital (Centro Comercial) tivessem respondido à nossa reclamação sobre os danos na calçada provocados (aparentemente) pelas obras do Bom Dia Continente, hoje, esse danos apareceram reparados – segundo informações – por um empreiteiro da Sonae MC.
Obrigado pela reparação (embora tivesse sido simpático os moradores terem recebido uma resposta) e à Junta de Freguesia por não ter feito – com os fundos que são de todos nós – uma reparação que não lhe competia.

Muro em risco de colapso na EB Luís de Camões [Em Resolução]

Screen Shot 12-29-17 at 04.12 PM

A 12 de Dezembro pedimos ao Regimento de Sapadores uma acção de fiscalização sobre este muro – com fissuras profundas – na Escola EB Luís de Camões.

Resposta dos RSB:

Screen Shot 12-29-17 at 04.07 PM

“em virtude do risco existente é conveniente à EB Luís de Camões mandar proceder a uma avaliação estrutural do muro”

Vídeo:
https://www.facebook.com/groups/Vizinhos.do.Areeiro/permalink/1854375018208630/

BREVE BALANÇO DA ACTIVIDADE DOS “VIZINHOS DO AREEIRO” em 2017

20171211_171204

136 ocorrências abertas na CML via aplicação Na Minha Rua (competências da câmara)
368 ocorrências abertas na Junta de Freguesia (competências próprias)

 

24 Sugestões à Junta de Freguesia:

Por responder:  10
Resolvida: 8
Não resolvidas:  2
Em resolução por transferência de competências: 2
Parcialmente resolvida: 2

https://vizinhosdoareeiro.wordpress.com/2016/12/30/909/
(por responder)

https://vizinhosdoareeiro.wordpress.com/2017/01/04/lisboa-livre-de-beatas-sugestoes/ (por responder)

https://vizinhosdoareeiro.wordpress.com/2017/02/07/praca-pasteur-sebe-cortada-pela-junta-de-freguesia-do-areeiro-resolvido/ (resolvida)

https://vizinhosdoareeiro.wordpress.com/2017/02/08/pedido-de-negociacao-de-descontos-nas-avencas-empark-no-areeiro/ (resolvida)

https://vizinhosdoareeiro.wordpress.com/2017/02/13/bancos-no-areeiro-reparar-e-nao-substituir-pedido-a-junta-de-freguesia/ (resolvida)

https://vizinhosdoareeiro.wordpress.com/2017/02/16/iniciativa-papel-quase-zero/ (por responder)

https://vizinhosdoareeiro.wordpress.com/2017/03/06/propostas-a-junta-de-freguesia-para-aumento-da-seguranca-no-jardim-fernando-pessa/ (não resolvida)

https://vizinhosdoareeiro.wordpress.com/2017/03/22/horario-de-atendimento-da-junta-de-freguesia-sugestao/ (não resolvida)

https://vizinhosdoareeiro.wordpress.com/2017/04/12/monumento-a-afonso-costa-ha-planos-para-renovar/ (em resolução via transferência de competências)

https://vizinhosdoareeiro.wordpress.com/2017/04/18/caminho-pedonal-e-recuperacao-dos-bancos-no-jardim-das-estatuas-do-monumental-na-praca-de-londres/ (por responder)

https://vizinhosdoareeiro.wordpress.com/2017/05/18/pedido-de-instalacao-de-novos-bancos-na-freguesia-do-areeiro/ (resolvida)

https://vizinhosdoareeiro.wordpress.com/2017/05/26/proposta-para-espaco-permanente-de-bookcrossing/ (em resolução)

https://vizinhosdoareeiro.wordpress.com/2017/05/31/proposta-para-voto-de-pesar-em-assembleia-de-freguesia/ (por responder)

https://vizinhosdoareeiro.wordpress.com/2017/08/25/espacos-na-rua-sarmento-beires/ (parcialmente resolvida)

https://vizinhosdoareeiro.wordpress.com/2017/10/04/manutencao-da-zona-relvada-da-praca-francisco-sa-carneiro-pedido-que-a-junta-de-freguesia-assuma-essa-competencia/ (em resolução por transferência de competências)

https://vizinhosdoareeiro.wordpress.com/2017/10/08/apelo-de-intervencao-da-junta-de-freguesia-junto-da-direccao-da-eb-luis-de-camoes-quanto-ao-estado-da-bandeira-nacional/ (resolvida)

https://vizinhosdoareeiro.wordpress.com/2017/10/12/azulejos-em-falta-ou-mal-colocados-no-centro-intergeracional-do-areeiro-pergunta-a-junta-de-freguesia/ (por responder)

https://vizinhosdoareeiro.wordpress.com/2017/10/16/sugestao-de-moradores-a-junta-de-freguesia-sobre-os-azulejos-do-centro-intergeracional/ (por responder)

https://vizinhosdoareeiro.wordpress.com/2017/10/20/sugestoes-para-o-plano-de-emergencia-do-areeiro/ (por responder)

https://vizinhosdoareeiro.wordpress.com/2017/10/20/pedido-de-disponibilizacao-do-plano-de-emergencia-para-o-areeiro/ (resposta incompleta)

https://vizinhosdoareeiro.wordpress.com/2017/10/23/sugestoes-de-melhoria-para-o-site-da-junta-de-freguesia-do-areeiro-enviado-a-autarquia/ (por responder)

https://vizinhosdoareeiro.wordpress.com/2017/11/05/pedido-de-remocao-de-decoracoes-em-la-das-arvores-da-praca-de-londres/ (resolvida)

https://vizinhosdoareeiro.wordpress.com/2017/11/06/fotografias-de-menores-na-pagina-da-junta-de-freguesia-do-areeiro-resolvido/ (resolvida)

https://vizinhosdoareeiro.wordpress.com/2017/11/30/proposta-de-voto-de-pesar-a-familia-de-pedro-rolo-duarte-apresentada-aos-eleitos-da-assembleia-de-freguesia-do-areeiro/ (por responder)

 

23 Sugestões e Pedidos à Câmara Municipal de Lisboa:

Em resolução: 5

Por responder: 9

Não resolvida: 2

Resolvida: 2

Recusada por razões de custo: 1

Parcialmente resolvida: 5

https://vizinhosdoareeiro.wordpress.com/2017/01/12/transferencia-do-terminal-de-veiculos-pesados-de-transporte-de-passageiros-situado-na-avenida-padre-manuel-da-nobrega/ (em resolução)

https://vizinhosdoareeiro.wordpress.com/2017/01/27/fim-das-varandas-ilegais-no-areeiro-proposta-a-cml/ (não respondida)

https://vizinhosdoareeiro.wordpress.com/2017/01/31/velocidades-excessivas-nas-vias-da-freguesia-do-areeiro-propostas-a-cml/  (não resolvida)

https://vizinhosdoareeiro.wordpress.com/2017/02/06/propostas-a-cml-sobre-lixo-reciclavel-nao-acondicionado-nas-avenida-de-roma-e-na-guerra-junqueiro/ (não respondida)

https://vizinhosdoareeiro.wordpress.com/2017/02/10/proposta-de-distribuicao-de-milho-esterilizante-por-cidadaos-e-pela-cml-no-areeiro/ (não resolvida)

https://vizinhosdoareeiro.wordpress.com/2017/02/27/proposta-a-cml-para-uma-maior-divulgacao-do-servico-de-recolha-de-residuos-verdes-de-jardim/ (resolvida)

https://vizinhosdoareeiro.wordpress.com/2017/03/17/agravamento-das-condicoes-de-fluidez-do-transito-em-algumas-avenidas-que-servem-a-freguesia-do-areeiro-enviado-a-cml/ (não resolvida)

https://vizinhosdoareeiro.wordpress.com/2017/04/14/pedido-de-remarcacao-de-estacionamento-na-rua-de-entrecampos/ (resolvida)

https://vizinhosdoareeiro.wordpress.com/2017/04/24/grafitri-artistico-ou-jardim-vertical-nas-escadinhas-da-escola-eb-luis-de-camoes/ (por responder)

https://vizinhosdoareeiro.wordpress.com/2017/04/27/recuperacao-da-quinta-das-ameias-areeiro-e-sua-transformacao-num-jardim-publico-proposta-a-cml/ (recusada por razões de custo)

https://vizinhosdoareeiro.wordpress.com/2017/05/07/sugestoes-para-recuperacao-de-varios-lugares-de-estacionamento-para-moradores-no-areeiro/ (parcialmente resolvidas)

https://vizinhosdoareeiro.wordpress.com/2017/07/01/sugestao-de-alteracao-de-sentido-de-transito-de-saida-para-a-praca-de-londres/ (não respondida)

https://vizinhosdoareeiro.wordpress.com/2017/07/11/campo-de-jogos-do-jardim-fernando-pessa-sugestao/ (parcialmente resolvida)

https://vizinhosdoareeiro.wordpress.com/2017/07/24/sugestao-para-rua-do-arco-do-cego-areeiro-novas-papeleiras-e-criacao-de-novo-tipo-de-contentor-de-reciclagem-para-plasticos/ (parcialmente resolvida)

https://vizinhosdoareeiro.wordpress.com/2017/07/31/apos-pedido-dos-vizinhos-do-areeiro-ministerio-da-cultura-fixa-zona-especial-de-proteccao-da-pastelaria-mexicana/ (parcialmente resolvida)

https://vizinhosdoareeiro.wordpress.com/2017/09/04/cabos-aereos-de-comunicacoes-provisorios-na-rua-sarmento-beires-areeiro/ (por responder)

https://vizinhosdoareeiro.wordpress.com/2017/10/05/bairro-da-gnr-a-maior-concentracao-de-devolutos-do-estado-da-freguesia-do-areeiro-pedido-de-intervencao-ao-governo-e-a-cml/ (em resolução)

https://vizinhosdoareeiro.wordpress.com/2017/10/08/pedido-de-criacao-de-mais-lugares-de-estacionamento-para-bicicletas/ (não respondida)

https://vizinhosdoareeiro.wordpress.com/2017/10/13/proposta-de-uma-estatua-para-a-praca-pasteur/ (não respondida)

https://vizinhosdoareeiro.wordpress.com/2017/10/23/pedido-de-intervencao-no-sector-superior-da-fonte-luminosa-alameda-afonso-henriques/ (em resolução)

https://vizinhosdoareeiro.wordpress.com/2017/10/27/comunidade-nomada-na-zona-entre-a-rua-manuel-gouveia-e-a-margarida-de-abreu-por-detras-da-gago-coutinho-areeiro/ (não respondida)

https://vizinhosdoareeiro.wordpress.com/2017/11/14/obras-na-avenida-padre-manuel-da-nobrega/ (parcialmente resolvidas)

https://vizinhosdoareeiro.wordpress.com/2017/12/04/proposta-a-cml-jardim-ze-pedro/ (em resolução)

https://vizinhosdoareeiro.wordpress.com/2017/12/07/pedido-de-nova-passadeira-junto-a-uma-das-saidas-laterais-da-cgd-respondido/ (em resolução)

https://vizinhosdoareeiro.wordpress.com/2017/12/13/estacionamento-depois-do-empreendimento-a-construir-no-terreno-na-av-sacadura-cabral/ (por responder)

 

1 Sessões de Esclarecimento pedidas à CML:

https://vizinhosdoareeiro.wordpress.com/2017/04/17/pedido-de-sessao-de-esclarecimento-sobre-obras-no-bairro-do-arco-do-cego/ (realizada)

 

2 Sugestões à Polícia Municipal:

https://vizinhosdoareeiro.wordpress.com/2017/01/25/towit-apelo-ao-uso-desta-mobile-app-pela-emel-e-policia-municipal-de-lisboa/ (não respondida)

https://vizinhosdoareeiro.wordpress.com/2017/09/21/pedido-de-reforco-da-presenca-de-agentes-da-policia-municipal-em-patrulhamento-a-pe-na-freguesia-do-areeiro/ (não respondida)

 

10 Reclamações à Câmara Municipal de Lisboa:

Sem resposta: 3
Parcialmente resolvida: 2
Resolvida: 1
Não resolvida: 1
Em acompanhamento: 1
Respondida: 1
Em resolução: 1

https://vizinhosdoareeiro.wordpress.com/2017/01/23/semaforos-em-situacao-ilegal-na-freguesia-do-areeiro/ (sem resposta)

https://vizinhosdoareeiro.wordpress.com/2017/01/24/estacionamento-selvagem-no-logradouro-da-escola-luis-de-camoes-parcialmente-resolvido/ (parcialmente resolvida)

https://vizinhosdoareeiro.wordpress.com/2017/01/30/repavimentacao-da-rua-abade-faria-junto-a-pt-resolvido/ (resolvida)

https://vizinhosdoareeiro.wordpress.com/2017/03/31/pedido-de-revisao-ao-funcionamento-dos-semaforos-da-avenida-do-aeroporto-avenida-afonso-costa-avenida-almirante-de-reis-e-avenida-joao-xxi/ (não resolvida)

https://vizinhosdoareeiro.wordpress.com/2017/04/03/a-situacao-com-a-sinalizacao-no-bairro-ultrapassou-o-limite-do-aceitavel/ (parcialmente resolvida)

https://vizinhosdoareeiro.wordpress.com/2017/04/12/fissuras-na-rua-sarmento-beires-junto-a-construcao-do-novo-parque-do-vale-da-montanha/ (em acompanhamento)

https://vizinhosdoareeiro.wordpress.com/2017/05/14/avenida-rovisco-pais-pedido-a-camara-municipal-de-lisboa/ (sem resposta)

https://vizinhosdoareeiro.wordpress.com/2017/10/11/apelo-a-intervencao-da-cml-psp-e-policia-municipal-no-jardim-da-cgd-rua-do-arco-do-cego-oh-pereira-e-bomba-galp/ (em resolução)

https://vizinhosdoareeiro.wordpress.com/2017/11/04/decoracoes-de-natal-na-praca-de-londres-pedido-de-remocao-das-que-estao-instaladas-nos-ramos-dos-freixos/ (respondida)

https://vizinhosdoareeiro.wordpress.com/2017/11/27/alameda-dom-afonso-henriques-64-protesto/ (sem resposta)

https://vizinhosdoareeiro.wordpress.com/2017/12/03/pedido-de-correccao-de-passadeira-na-av-gago-coutinho-junto-a-pc-francisco-sa-carneiro-38-7426690-9-1329230/ (em resolução)

 

3 Pedidos ao Governo da República:

https://vizinhosdoareeiro.wordpress.com/2017/05/19/pedido-de-reabertura-de-reparticao-de-financas-e-de-reforco-de-policiamento-no-areeiro/ (sem resposta)

https://vizinhosdoareeiro.wordpress.com/2017/07/20/novo-pedido-de-reforco-de-policiamento-e-meios-para-a-freguesia-do-areeiro/ (respondida)

https://vizinhosdoareeiro.wordpress.com/2017/08/11/os-moradores-do-areeiro-estao-disponiveis-para-ajudar-a-reparar-os-carros-da-psp-que-estao-avariados/ (parcialmente resolvida)

 

2 Pedidos a Partidos Políticos:

https://vizinhosdoareeiro.wordpress.com/2017/09/29/respostas-das-candidaturas-do-be-cds-ppmptppm-cdu-jpp-pdr-pan-e-ps-o-psd-nao-respondeu-a-freguesia-do-areeiro-as-perguntas-dos-vizinhos-do-areeiro/ (recebidos com uma excepção)

https://vizinhosdoareeiro.wordpress.com/2017/12/26/cartazes-da-cdu-e-be-e-suas-estruturas-na-alameda-afonso-henriques-lisboa-pedido-a-estes-partidos-e-coligacoes/

 

3 Pedidos de informação à Junta de Freguesia do Areeiro:

https://vizinhosdoareeiro.wordpress.com/2017/06/25/estacionamentos-e-parquimetros-do-logradouro-da-praca-pasteur/ (recebida)

https://vizinhosdoareeiro.wordpress.com/2017/12/18/parque-canino-do-jardim-fernando-pessa-questoes-a-junta-de-freguesia-do-areeiro/ (por responder)

https://vizinhosdoareeiro.wordpress.com/2017/12/22/questoes-sobre-funcionamento-da-universidade-senior/ (por responder)

 

1 Pedido de informação ao Filipa de Lencastre:

https://vizinhosdoareeiro.wordpress.com/2017/05/17/questoes-sobre-agrupamento-filipa-de-lencastre/ (recusado)

 

2 Sugestões e Reclamações à Sonae (antigo Centro Acqua):

https://vizinhosdoareeiro.wordpress.com/2017/07/12/pedido-de-recreio-infantil-interior-no-antigo-centro-acqua-av-roma-apos-obras-da-sonae/ (não respondida)

Ruidos Nocturnos por obras (não respondida)

 

1 Sugestões à CGD:

https://vizinhosdoareeiro.wordpress.com/2017/09/16/pedido-de-abertura-a-comunidade-do-jardim-da-cgd/ (aguarda resolução)

 

1 Pedidos de informação à CML:

https://vizinhosdoareeiro.wordpress.com/2017/04/07/o-supera-antigia-piscina-do-areeiro-esta-a-cumprir-o-contrato-de-concessao-com-a-cml/ (prestada)

 

1 Reclamações à Empark (parques de estacionamento):

https://vizinhosdoareeiro.wordpress.com/2017/01/24/parque-de-estacionamento-da-alameda-explorado-pela-empark-abusos-dos-lugares-de-estacionamento-reservados-para-cidadaos-com-mobilidade-reduzida-parcialmente-resolvida/ (parcialmente resolvida)

 

4 Participações em Consultas Públicas da CML e da Assembleia da República:

https://vizinhosdoareeiro.wordpress.com/2017/03/28/participacao-colectiva-dos-vizinhos-do-areeiro-a-consulta-publica-da-implementacao-das-zonas-de-estacionamento-e-paragem-de-duracao-limitada-na-freguesia-do-areeiro/

https://vizinhosdoareeiro.wordpress.com/2017/10/25/para-uma-nova-geracao-de-politicas-de-habitacao-comentarios-dos-vizinhos-do-areeiro-a-consulta-publica/

https://vizinhosdoareeiro.wordpress.com/2017/11/30/os-vizinhos-do-areeiro-estiveram-na-reuniao-entre-o-morar-em-lisboa-que-integramos-e-o-bloco-de-esquerda-sobre-alojamento-local-de-29-11-2017/

https://vizinhosdoareeiro.wordpress.com/2017/12/04/participacao-colectiva-dos-vizinhos-do-areeiro-na-operacao-de-loteamento-na-sacadura-cabral-e-projecto-em-consulta-publica/

 

5 Petições e Abaixo-Assinados à Assembleia Municipal de Lisboa apoiadas pelos Vizinhos do Areeiro:

https://vizinhosdoareeiro.wordpress.com/2017/01/18/emel-aumento-da-validade-do-distico-para-3-anos/ (não resolvida)

https://vizinhosdoareeiro.wordpress.com/2017/01/25/peticao-rua-xavier-cordeiro-pedido-de-reuniao-aos-deputados-da-assembleia-municipal-de-lisboa/ (resolvida)

https://vizinhosdoareeiro.wordpress.com/2017/04/08/peticao-nao-ao-abate-dos-ultimos-freixos-da-av-guerra-junqueiro-e-praca-de-londres/ (resolvida)

https://vizinhosdoareeiro.wordpress.com/2017/05/11/peticao-o-filipa-e-de-todos-os-nossos-filhos-tambem-tem-direito-a-estudarem-no-filipa-de-lencastre/ (em resolução)

https://vizinhosdoareeiro.wordpress.com/2017/11/04/peticao-pela-municipalizacao-do-bairro-portugal-novo/ (entregue)

https://vizinhosdoareeiro.wordpress.com/2017/11/18/abaixo-assinado-de-moradores-sobre-jardim-dos-cavaleiros-anfiteatro-exterior-da-sede-da-cgd/ (parcialmente resolvida)

 

2 Propostas para o “Lisboaideia”:

https://vizinhosdoareeiro.wordpress.com/2017/05/06/vote-na-substituicao-do-monumento-a-sa-carneiro-no-www-lisboaparticipa-pt/

https://vizinhosdoareeiro.wordpress.com/2017/05/11/proposta-no-lisboaidea-da-cml-criar-um-banco-de-oculos-usados-municipal/

 

1 Propostas para o Orçamento Participativo de Lisboa:
https://vizinhosdoareeiro.wordpress.com/2017/05/09/3-projectos-dos-vizinhos-do-areeiro-no-orcamento-participativo-de-lisboa/

 

3 Participações em eventos da Câmara e Assembleia Municipal:

https://vizinhosdoareeiro.wordpress.com/2017/07/08/4o-forum-da-cidadania/

https://vizinhosdoareeiro.wordpress.com/2017/10/28/os-vizinhos-do-areeiro-e-a-revisao-da-carta-educativa-de-lisboa/

https://vizinhosdoareeiro.wordpress.com/2017/12/05/intervencao-na-assembleia-municipal-de-lisboa-no-debate-sobre-seguranca-e-vida-nocturna/

 

1 Elogios Públicos:

https://vizinhosdoareeiro.wordpress.com/2017/05/10/elogio-aos-trabalhadores-e-trabalhadoras-da-equipa-de-higiene-urbana-da-junta-de-freguesia-do-areeiro/

 

5 Projectos “Vizinhos do Areeiro”:

https://vizinhosdoareeiro.wordpress.com/2017/05/01/adopte-uma-arvore-no-areeiro/

https://vizinhosdoareeiro.wordpress.com/2017/09/23/mapa-dos-devolutos-possiveis-no-areeiro-lisboa/

https://vizinhosdoareeiro.wordpress.com/2017/11/01/inquerito-anonimo-ao-estacionamento-no-areeiro/

https://vizinhosdoareeiro.wordpress.com/2017/11/14/inseguranca-no-areeiro/

https://vizinhosdoareeiro.wordpress.com/2017/11/15/varandas-e-beirais-em-risco-de-queda-no-areeiro/

 

2 Prémios e Distinções “Vizinhos do Areeiro”:

https://vizinhosdoareeiro.wordpress.com/2017/02/02/premio-melhor-entrada-vestibulo-do-areeiro/

https://vizinhosdoareeiro.wordpress.com/2017/08/18/a-vencedora-do-a-melhor-esplanada-do-areeiro-e-a-esplanada-do-jardim-fernando-pessa/

 

Ver o Balanço Julho-Dezembro de 2016:
https://vizinhosdoareeiro.wordpress.com/2016/12/30/breve-balanco-julho-dezembro-2016-da-actividade-dos-vizinhos-do-areeiro

“Consumo de álcool na rua e ajuntamentos estão a irritar vizinhança no Arco do Cego” [O Corvo]

Atraídos pelo preço baixo da cerveja da casa de pasto “Oh Pereira”, os aglomerados de jovens são cada vez maiores, na Rua do Arco do Cego e no jardim contíguo à sede da Caixa Geral de Depósitos. Há gente a beber na rua de copo na mão, mas também de garrafas de litro em punho, compradas na loja do posto de combustível mesmo ao lado. Chegam a ser centenas a conviver naquela zona. Lixo, barulho, corridas e acrobacias de motos tornaram-se uma realidade corriqueira, a perturbar o até há pouco tempo recatado Bairro do Arco do Cego. Um abaixo assinado dos moradores pede medidas às autoridades, entre as quais a imposição de uma restrição horária. Os gerentes dos dois estabelecimentos alijam-se de responsabilidades e sugerem que se vigie melhor a actividade do vizinho do lado. A casa de pasto, entretanto, terá já acordado com a Câmara de Lisboa passar a fechar às 23h.

Texto: Samuel Alemão

Barulho até horas tardias, mau ambiente, corridas de motos, copos de plástico espalhados pelo chão e urina em todo os recantos. O cenário, que se vai repetindo – se bem que com variantes – um pouco por todos os sítios da cidade de Lisboa onde ocorra diversão nocturna ou convívio de jovens, está longe de ser apelativo e quem tem de o suportar quase diariamente pede medidas urgentes às autoridades. No caso, os residentes do Bairro do Arco do Cego sentem-se acossados pelas consequências dos frequentes ajuntamentos de convivas no Jardim dos Cavaleiros, no anfiteatro exterior do edifício-sede da Caixa Geral de Depósitos (CGD).

Os preços apelativos da cerveja vendidas por dois estabelecimentos situados do outro lado da rua, uma casa de pasto e uma gasolineira, serão o chamariz. Associação de Moradores das Avenidas Novas e o presidente da Junta de Freguesia do Areeiro dizem que o problema só se resolve com a proibição da venda de álcool na rua. Mas os responsáveis por ambos os espaços comerciais, ouvidos por O Corvo, recusam a assunção de culpas pelo cenário criado, garantindo cumprir todas as regras. “Não podemos ir atrás das pessoas ou ensinar-lhes regras de civismo. Isso é um problema da sociedade”, afirma um deles.

“Aquilo funciona como um pólo que atrai malta que, de copo na mão, anda por ali e vai para dentro do bairro do Arco do Cego. Há corridas de motas, alguns a fazerem cavalinhos. É natural que as pessoas fiquem chateadas”, diz a O Corvo o presidente da associação de moradores, José Toga Soares, lembrando que os protestos dos residentes já haviam levado ao encerramento do estabelecimento comercial em questão – a casa de pasto “Oh Pereira” –, há cerca de dois anos. As queixas eram as mesmas de agora. A loja reabriu, entretanto, com nova gerência.

E embora José Soares até admita que os seus donos da casa de pasto “até têm um pouco de consciência dos níveis de ruído permitidos”, o incómodo voltou a ser de tal dimensão que levou os moradores – liderados por elementos dos grupos cívicos Vizinhos do Areeiro e Vizinhos das Avenidas Novas – a entregarem uma petição à Assembleia Municipal de Lisboa (AML), solicitando a tomada de providências. Mas também o pedem medidas à Polícia Municipal, à Caixa Geral de Depósitos, aos dois estabelecimentos em causa e ainda aos conselhos directivos do Instituto Superior Técnico e da Escola Filipa de Lencastre. Afinal, serão alunos seus os que mais contribuirão para as aglomerações.

“Já recebemos diversas queixas e até já expusemos o caso na Assembleia Municipal de Lisboa. É uma situação que resulta do facto de as pessoas poderem beber na rua. Todos, enquanto jovens, gostávamos de nos divertir e beber uns copos, mas estas situações, cada vez mais recorrentes, são inadmissíveis”, diz a O Corvo o presidente da Junta de Freguesia do Areeiro, Fernando Braancamp Freire (PSD), descrevendo um cenário de frequente perturbação do sossego de quem ali vive.

“É extremamente desagradável. As pessoas que para ali vão, além do ruído que causam, sujam o espaço público. Vão urinar para os cantos, devido ao consumo da cerveja. E não imaginam a quantidade de copos de plástico que temos que apanhar do chão naquela zona, são às centenas”, queixa-se o autarca, que tem de lidar com um problema gerado na freguesia vizinha, a das Avenidas Novas, uma vez que é lá, do outro lado da Rua do Arco do Cego, que se vende a cerveja.

O autarca reconhece que o problema se põe de forma inversa junto ao Jardim do Arco do Cego, uma vez que, nesse caso, existe na Rua Dona Filipa de Vilhena um outro estabelecimento com preços de cerveja muito baixos – resultando na venda de bebidas em copos de plástico na freguesia do Areeiro que vão sujar o espaço público da freguesia das Avenidas Novas.

Por causa desta situações, Fernando Braancamp Freire propôs à Câmara Municipal de Lisboa uma redução de ambos os comércios, “para que não aconteça aquilo que tem vindo suceder, que é fazer-se do espaço público o prolongamento dos estabelecimentos”. Mas a situação apenas mudará a sério, defende o presidente da junta, quando se proceder a uma alteração legislativa. “Isto nasce do facto de a lei permitir que as pessoas bebam na rua. Enquanto cidadão, acho que a única forma de resolver o problema será a mudança da lei para o proibir. Não faz sentido continuarmos como estamos”, diz.

Uma opinião partilhada por José Toga Soares, presidente da Associação de Moradores das Avenidas Novas. “Não podemos permitir que as pessoas andem com um copo ou uma garrafa na mão, a consumir álcool, a importunar os outros, como se fosse uma coisa natural. De facto, podemos reconhecer que nem toda a gente se comporta assim, e ninguém quer pôr em causa o direito à diversão. Mas, no limite, está em causa ao bem-estar, devido a um punhado de pessoas que põe em causa o bem estar dos outros”, afirma o dirigente associativo.

José Soares apela ainda a que se olhe para a forma como em Espanha se lidou com o consumo de bebidas alcoólicas na rua por grandes grupos, conhecido por “botellón”. Fenómeno que as autoridades conseguiram erradicar quase por completo. “Não é preciso inventar muito. Basta ver como outros países lidam com isto”, preconiza, embora reconheça o “esforço que a Câmara de Lisboa tem feito para suster o problema”. “Mas não chega, é preciso fazer mais”, diz.

No abaixo-assinado entregue à AML, os residentes do Bairro do Arco do Cego pedem aos estabelecimentos Oh Pereira e ao posto de combustíveis da Galp, situados quase paredes-meias, que adoptem um conjunto de práticas tendentes a melhorar a vivência na zona: colocação de contentores; preocupação com limpeza do espaço exterior; colaboração na recolha de copos e garrafas depositados no jardim; colocação de avisos apelando ao comportamento cívicos dos clientes; ou ainda a oferta de uma bebida por cada dez copos de plástico entregues ao balcão.

Mas também solicitam à CML que “avalie a venda de álcool para o exterior a partir de determinada hora nesses dois estabelecimentos” e que avalie a instalação de videovigilância no local. Às autoridades policiais é solicitado o reforço das rondas “por forma a dissuadir e impedir as concentrações/corridas e exibições de acrobacias de moto” que ali se realizarão com regularidade.

O reforço da vigilância por parte das autoridades é, aliás, a principal exigência de Tiago Pereira, o gerente do “Oh Pereira”. “Uma coisa que acabava com isto de vez era o reforço do policiamento. Se eles passassem aqui mais vezes, estes problemas não se colocavam. Também não gosto de ver essas corridas e acrobacias de motas nesta zona”, diz o empresário a O Corvo, lamentando estar a ser responsabilizado por uma situação em relação à qual, garante, não tem controlo. “Temos sido visitados pela Polícia Municipal e temos sempre tudo em ordem, cumprimos com todos os requisitos. Fazemos questão de apanhar os copos de plástico que ficam no chão e de limpar o espaço público em redor da nossa casa”, garante.

O responsável por estabelecimento, que reabriu, há cerca de ano e meio, com um conceito algo diferente – mas que mantém no baixo preço da cerveja (a imperial custa 60 cêntimos até às 21h, depois disso sobre para um euro) um atractivo maior -, queixa-se da existência de dualidade de critérios em relação à vizinha loja de conveniência da Galp. “Estamos proibidos de vender garrafas de vidro, mas aqui ao lado isso não acontece. A Câmara de Lisboa tem sido forte com os fracos, como nós, e fraca com os fortes”, diz, referindo-se ao posto da Galp. Mas tal duplicidade de avaliação estender-se-á também à forma como o grupo de cidadãos que apresentou a petição olha para a realidade: “Acho que exageram manifestamente. Se virem uma saco do McDonald’s no chão, acham que a culpa é do cliente, mas se virem copos de plástico aqui na zona a culpa já é nossa”.

Tiago Pereira reconhece que muita da sua clientela é constituída por jovens, mas desmente que os mesmos sejam, na sua maioria, alunos do Instituto Superior Técnico ou da Escola Dona Filipa de Lencastre. “São jovens, sim, mas a maior parte, se calhar, até são consultores das empresas que fazem outsourcing aqui na Caixa Geral de Depósitos. E muitos outros vêm aqui porque estão apenas à espera que o Jardim do Arco do Cego, que esteve em obras, reabra”, justifica, depois de assegurar que, além de comprarem no seu estabelecimento e na gasolineira ao lado, muitos clientes abastecer-se-ão de bebidas alcoólicas “nas lojas dos indianos”. Em todo o caso, muitas das razões de queixa dos moradores a propósito do desassossego nocturno serão, em breve, mitigadas, pois o Oh Pereira passará a encerrar uma hora mais cedo, às 23h.

Será apenas 45 minutos antes do horário de fecho do posto da Galp. Loja cujo o gerente se diz de consciência tranquila em relação às queixas dos moradores das redondezas – das quais disse a O Corvo ser desconhecedor. “Atendemos todo o tipo de gente. Vendemos, sobretudo, garrafas de cerveja de um litro, às quais se costuma chamar ‘litrosa’, como também tabaco e servimos de sanitários para muita gente. Não temos é aqui 500 pessoas à porta, como acontece aqui ao lado”, afirma Adão Graça, responsável pela administração do posto de vende e combustíveis e loja de conveniência associada.“Não podemos ir atrás das pessoas ou ensinar-lhes regras de civismo. Isso é um problema da sociedade”, diz, ainda. Assegurando que zela pela limpeza do espaço exterior junto ao estabelecimento, não deixa, porém, de fazer um reparo: “Garrafas no chão vêem-se muito poucas, agora copos de plástico é que há sempre muitos”.

* Nota de redacção: texto actualizado às 16h51, de 28 de dezembro, clarificando papel desempenhado pelos grupos Vizinhos do Areeiro e Vizinhos das Avenidas Novas.”

http://ocorvo.pt/consumo-de-alcool-na-rua-e-ajuntamentos-estao-a-irritar-vizinhanca-no-arco-do-cego/

Segmentos da Acta da Assembleia de Freguesia do Areeiro de 13 de Setembro de 2017

Screen Shot 03-22-17 at 12.49 PM

“O Sr. Presidente do Executivo informou que, desde final do ano passado, a Câmara solicitou informação sobre obras consideradas urgentes na Freguesia. Tendo havido demora na aprovação, o Executivo, com a palavra do presidente da Câmara, avançou com as obras, constando no protocolo os valores gastos efetivamente nas mesmas” (…) “Manuel Camarinha (PS) felicitou o Executivo pela iniciativa e determinação em avançar com as obras, mostrando confiança na relação institucional”

Acta da Assembleia de Freguesia do Areeiro de 13 de Setembro de 2017:

http://www.jf-areeiro.pt/files/files/Ata%2022_13setembro2017.pdf

“O Sr. Presidente do Executivo afirmou que o que se deve sobrepor são as relações institucionais corretas, quer da parte da Câmara, quer da parte da Junta, de modo a que se procure o melhor para a Freguesia. No caso do Casal Vistoso, também lhe disseram para avançar que a Câmara depois pagava; depois da obra concluída, a EDP, que no início foi questionada, decidiu substituir toda a cablagem de alimentação dos candeeiros e estão a abrir as valas.”

Acta da Assembleia de Freguesia do Areeiro de 13 de Setembro de 2017:

http://www.jf-areeiro.pt/files/files/Ata%2022_13setembro2017.pdf

“A escada do Jardim Tristão da Silva que dá para a R. de Olivença estava uma lástima, tendo sido uma proposta da Junta. A obra da escadaria da R. Augusto Machado ainda não foi adjudicada, tratando-se de um valor muito mais elevado”

Acta da Assembleia de Freguesia do Areeiro de 13 de Setembro de 2017:

http://www.jf-areeiro.pt/files/files/Ata%2022_13setembro2017.pdf

“A Sra. Presidente da Assembleia perguntou em que consistia a obra da zona expetante da Rotunda das Olaias” (…) “O Sr. Presidente do Executivo informou que já estava pronta e que se tratava da zona em que se situam os veículos de sucata apreendidos pela polícia; entravam a meio da rotunda para esse parque. O passeio foi arranjado, a zona foi vedada e os veículos já não entram por ali mas, sim, junto aos táxis”

Acta da Assembleia de Freguesia do Areeiro de 13 de Setembro de 2017:

http://www.jf-areeiro.pt/files/files/Ata%2022_13setembro2017.pdf

Lixo (garrafas e copos de plástico) no Jardim dos Cavaleiros (CGD: Bairro do Arco do Cego): Desenvolvimentos

20171118_183914

Alguns comentários e correcções ao Artigo “Consumo de álcool na rua e ajuntamentos estão a irritar vizinhança no Arco do Cego” de Samuel Alemão, no “O Corvo”
1. É de saudar a reportagem que vem chamar a atenção para um problema que, devido à insalubridade e ruído que provoca quase todos os dias nos prédios contíguos das freguesias das Avenidas Novas, merece maior destaque do que aquele que tem recebido da comunicação social.
2. O texto do Abaixo-Assinado (que pode ser lido em https://vizinhosdoareeiro.wordpress.com/2017/11/18/abaixo-assinado-de-moradores-sobre-jardim-dos-cavaleiros-anfiteatro-exterior-da-sede-da-cgd/ foi redigido por moradores dos colectivos Vizinhos das Avenidas Novas e Vizinhos do Areeiro.
3. Na recolha de assinaturas, realizada porta-a-porta, participaram elementos destes dois colectivos de moradores e apenas destes.
4. Um destes moradores entregou, na Sessão da AML sobre Segurança e Ruído, no passado dia 5 de Dezembro, em mãos à Presidente da AML Helena Roseta este abaixo-assinado.
5. Em consequência ao Abaixo-Assinado a CGD já reforçou muito a limpeza regular do Jardim dos Cavaleiros.
6. O fecho do Oh Pereira às 23:00 (por confirmar) resulta, também, da iniciativa destes dois colectivos de Vizinhos não da iniciativa do proprietário.
7. Ao contrário do que se diz não foram “os protestos de moradores” que levaram há 2 anos ao encerramento, mas problemas de outro foro com o anterior proprietário.
8. Ao contrário do que é citado não vislumbramos “consciência com os níveis de ruído” por parte do proprietário, muito pelo contrário, conforme comprovámos falando com vários moradores dos prédios em redor durante a recolha de assinaturas para o Abaixo-Assinado.
9. Discordamos da afirmação do Presidente da Junta de Freguesia do Areeiro “Todos, enquanto jovens, gostávamos de nos divertir e beber uns copos”: nem todos os fizemos nem fazemos, nem essa é, aliás, a raíz do problema mas os comportamentos pouco civícos que decorrem dessa actividade na via púbica.
10. Saudamos o pedido feito pela Junta à CML: “Fernando Braancamp Freire propôs à Câmara Municipal de Lisboa uma redução de ambos os comércios, “para que não aconteça aquilo que tem vindo suceder, que é fazer-se do espaço público o prolongamento dos estabelecimentos”.
11. Quando o gerente do Oh Pereira garante que “Fazemos questão de apanhar os copos de plástico que ficam no chão e de limpar o espaço público em redor da nossa casa” garante mal… Basta passar pelo Jardim dos Cavaleios (CGD) para ver, pela quantidade de copos de plástico (que nos arredores apenas este estabelecimento disponibiliza), que não é isso que acontece.

12. Diz ainda o gerente, sem direito de resposta, que os colectivos de moradores das Avenidas Novas e Areeiro tiveram “duplicidade de avaliação estender-se-á também à forma como o grupo de cidadãos que apresentou a petição olha para a realidade: “Acho que exageram manifestamente. Se virem uma saco do McDonald’s no chão, acham que a culpa é do cliente, mas se virem copos de plástico aqui na zona a culpa já é nossa”. Os copos de plástico não são da GALP. As garrafas de vidro, são. O Abaixo-Assinado (que o gerente leu) menciona as duas entidades, par a par, sem excluir nenhuma. Mas deixa claro quem fornece os copos de plástico que, todas as noites são abandonados no chão e no jardim às centenas: o Oh Pereira. Este mesmo gerente não responde nem comenta nenhuma das propostas construtivas que os moradores deixaram. O que é de destacar.

Nota:
Esta foi uma iniciativa conjunta dos
https://www.facebook.com/groups/vizinhos.das.avenidas.novas/
e dos
https://www.facebook.com/groups/Vizinhos.do.Areeiro/

Em suma e para já:
1. A CGD está a limpar com maior frequência o jardim
2. O Oh Pereira vai fechar às 23:00
3. O abaixo-assinado baixou a uma comissão da Assembleia Municipal de Lisboa:
http://www.am-lisboa.pt/401500/1/008489,000383/index.htm

Actualização de 04.01.2018
Informação deixada pelo Oh Pereira na Página dos “Vizinhos do Areeiro”:
“Tiago Pereira Como gerente do Oh Pereira tenho a responder o seguinte.

Sobre o ponto 6.
Vamos encerrar as 23h de segunda a quinta.
Sexta, sábado e vésperas de feriado vamos continuar a encerrar as 24h.
Esta situação foi acordada entre nós e a CML através do assessor do senhor Duarte Cordeiro. Até agora, a única pessoa que veio até nós.”

Actualização de 15.01.2018
PARTICIPAÇÃO DO CIDADÃO

Petição 18/2017 – “Jardim dos Cavaleiros (Anfiteatro Exterior da sede da CGD”
06-12-2017

Entrada: 6 de Dezembro de 2017
Subscritores: 65 peticionários
Promotor: Moradores do Areeiro e Avenida Novas
Encaminhamento: baixou à 8ªCP com prazo de parecer até ao final de Janeiro”