Estacionamento nas ruas adjacentes ao Pavilhão do Casal Vistoso [Respondida]

screen-shot-12-12-16-at-01-53-pm

O estacionamento nas ruas que rodeiam o Pavilhão é caótico, desregulado e cada vez mais difícil para os moradores. Apelamos, assim, à CML para que:
1. Instale rapidamente parquímetros EMEL
2. Promova o aumento dos lugares/recortes de estacionamento na zona
3. Pavimentação urgente da saída da rua do Pavilhão com imposição dum sentido único
4. Celebração de acordos com o Complexo Desportivo para utilização de Parque de estacionamento e/ou garagens por parte dos utentes e atendentes dos eventos
5. Usar parte das áreas descampadas por trás do edifício do pavilhão e transformá-las num parque de estacionamento.

Que, enquanto, as propostas acima não são atendidas que se permita – provisoriamente – o estacionamento no Parque EMEL do Pavilhão, aos residentes, pelo menos enquanto as propostas 1 e 2 não são atendidas.

Subscrevem:
Rui Martins
Anabela Nunes
Vasco Ribeiro
José João Leiria-Ralha
Luis Seguro
Mira de Lacerda
Ana Mónica
Madalena Matambo Natividade
Elisabete Carvalho
Manuela Melo
Ivo Gama
Ana Paula Araujo
José Vieira Mesquita
Ines Domingos
Filipa Ramalho Rickens
Teresa Raposo
Maria João Morgado
Cátia Mendes
Jorge Oliveira
Qju Nunes
Nuno Almeida Horta
Clara Ribeiro
Claudia Arriegas
Susana Beirão
John Burney

Actualização
A zona do Casal Vistoso será (como pedimos) concessionada em breve à EMEL com reperfilamento do estacionamento e com integração no Programa “Uma Praça em cada Bairro” da CML (com execução pela Junta) sendo aqui incluído o Largo do Casal Vistoso, a Sarmento Beires e a Arantes de Oliveira (entre outras). A obra deverá estar concluída durante o primeiro semestre de 2017)

Resposta da EMEL de 10.10.2017
Em resposta ao vosso email sobre “Pedido de Esclarecimento do Pavilhão do Casal Vistoso e Bairro Portugal Novo” endereçado ao Gabinete do Vereador Manuel Salgado, cumpre-me em nome da EMEL informar que:

  1. A zona envolvente do Pavilhão do Casal Vistoso será, caso a proposta da EMEL seja aprovada pela Junta de Freguesia e pela CML, a zona 04D.
  2. A proposta já passou a fase de consulta pública, estando o projeto pendente da aprovação da Junta de Freguesia do Areeiro e do executivo da Câmara Municipal de Lisboa.
  3. Visto tratar-se de uma zona nova, os residentes serão avisados em tempo oportuno dos prazos para pedido de dístico, havendo ainda um período de fiscalização pedagógica, entre 15 e 30 dias, que servirá para adaptação às novas práticas.
  4. Os moradores que tenham já dístico emitido para zonas adjacentes e queiram alterar a segunda zona do dístico para a nova zona 04D poderão fazê-lo num Ponto de Atendimento EMEL, desde que levem consigo o dístico antigo. Haverá lugar ao pagamento de emolumentos.
  5. O parque de estacionamento EMEL do Casal Vistoso tem já condições preferenciais para residentes (assinatura 24 horas por 50€ mês)
  6. O parque de estacionamento da Rua Américo Durão não está previsto ser aberto ao público.”

Pedido de recuperação de estacionamentos no Bairro do Arco do Cego

Screen Shot 11-28-16 at 01.26 PM.PNG

Enviada ao Vereador Manuel Salgado e à EMEL:
“O Movimento de Cidadãos “Vizinhos do Areeiro” sugere que, por forma, a recuperar (com custos mínimos) alguns dos 50 lugares de estacionamento perdidos pelos moradores nas recentes obras passem a estacionamento em espinha (com marcações no solo e sinalização vertical) nas traseiras da Igreja São Joao de Deus, estimando uma recuperação de 6 lugares, na Rua Desidério Beça, com uma recuperação estimada de 10 lugares, na Bernardo de Passos de outros 10. No total, com esta simples operação poder-se-iam recuperar 26 dos 50 lugares perdidos, sem uma redução significativa do passeio público ou da circulação rodoviária nessas vias.”

Subscrevem:
Rui Martins
Ana Mónica
Tito Ferreira de Carvalho
Jorge Oliveira
Anabela Nunes
Luz Cano
Ines Domingos
Maria João Morgado
Maria Saraiva
Filipe Do Paulo
Luis Seguro
Pedro Stichini Vilela
Luisa Pico Costa
Teresa Mtv
Luisa Galvão
Clara Ribeiro
John Burney
Luis Pontes
Sílvia Baptista
Isabel Athayde E Mello
Luciano Jesus
João Silva
Mafalda Alegria
Tiago Ascensão
Catarina Coelho
Elisabete Henriques
Vasco Ribeiro
Marta Campos
Fernanda Cunha
Manuela Melo
Miguel Peixoto
Carolina Veloso
Rosario Barata
Ruy Redin
Teresa Raposo
Isabel Casquilho
Belicha Geraldes
Nitucha Jacques
Elisabete Carvalho
Suzete Reis
Marina Chambel
Carla Sofia Duarte
Pedro Pinto
Ana Paula Araújo

Pedido de inclusão da Avenida Padre Manuel da Nóbrega ao Plano “Pavimentar Lisboa” [Resolvido]

 

 

Enviada ao plano “Pavimentar Lisboa” da CML:

“A Avenida Padre Manuel da Nóbrega não consta dos arruamentos que terão intervenções de repavimentação em Lisboa (LINK). Gostaríamos de saber se este importante arruamento de Lisboa, fronteiro da recentemente renovada Praça Francisco Sá Carneiro e Avenida Almirante Reis poderá vir, também, a ser incluído neste plano.

A degradação do betuminoso nesta avenida é notória não somente nas zonas de circulação mas também nas de estacionamento e data de, pelo menos, 2009.”

Actualização de 16.02.2017 com resposta da CML:
“Na sequência do seu contacto, o qual agradecemos desde já, informamos que o pedido relativamente a obras municipais deu entrada com o número CML-395101-S9MZ e foi enviado para o serviço responsável, DM – Divisão de Monitorização.”

Actualização de 27.02.2017:
“A 12 de outubro 2016 perguntámos se à Junta de Freguesia do Areeiro se saberia se a Câmara Municipal de Lisboa iria incluir a Avenida Padre Manuel da Nóbrega no programa “Pavimentar Lisboa” e pedimos que intercedesse a este respeito.

Resposta da autarquia local: “Informamos que não está definido se esta rua está incluída neste programa, irá ser apresentada a AML uma proposta para repavimentar varias ruas da cidade que não estão nomeadas por enquanto”. Em Assembleia de Freguesia de 27.04.2017 o Presidente de Junta informou que a CML tem 2 milhões de euros orçamentados para este programa e que a lista tem evoluído ao longo do tempo. Concordou que esta via tem graves problemas no piso mas não pôde ainda garantir que seria adicionada a este programa autárquico.”
Actualização de 30.08.2017
“Av. Padre Manuel da Nóbrega no programa Pavimentar Lisboa, informa-se que esta artéria, deverá apresentar problemas ao nível dos coletores (evidenciado pelos vários cortes no pavimento e abatimentos junto às caixas de visita). Desta forma e também pela sua área extensa – aproximadamente 6.000m2, encontra-se em avaliação uma intervenção mais profunda para intervenção.”
Actualização de 24.10.2017:
Informação recebida da CML em resposta a nosso pedido:
A repavimentação do troço em mau estado da Av. Padre Manuel da Nóbrega, tem inicio previsto para dia 6 de Novembro, e duração estimada de 5 dias úteis.
Considerando o enorme movimento de autocarros durante o dia, naquele troço, o Plano de Sinalização Temporário contempla 4 fases, de forma a garantir a circulação de viaturas particulares e de transportes públicos, evitando também a execução destes trabalhos em período nocturno, que poderia implicar queixas dos moradores, uma vez que os equipamentos produzem algum ruído.

Actualização de 26.11.2017:
A Avenida foi repavimentada pela CML