Reunião com Vereador Miguel Gaspar

Circulação Rodoviária Espaço Público Estacionamento e EMEL Perguntas à CML Transportes Públicos

A 14 de Novembro teve lugar uma reunião com o Vereador Miguel Gaspar (Mobilidade e Segurança ) e a Diretora Municipal Francisca Ramalhosa (Direção Municipal da Mobilidade).

Na reunião foi apresentada também a associação dos Vizinhos em Lisboa que integra vários núcleos de vizinhos em Lisboa, o modo de funcionamento do coletivo e passou-se a abordar as várias propostas e sugestões que os Vizinhos têm feito à autarquia nos últimos meses.

Proposta À CML: Tornar O Bairro Dos Actores Numa Zona 30

2018-10-30

Os subscritores propõem que a CML avalie a passagem do Bairro dos Actores a uma “Zona 30” dado que se trata de um bairro fortemente residencial, grande e sem avenidas a atravessá-lo.

Paralelamente, apelamos à autarquia que – independentemente da avaliação acima citada – aumente o número de passadeiras elevadas (como a que já existe na Abade Faria) assim como o reforço da sinalização vertical de sentido de trânsito e espelhos em alguns cruzamentos deste Bairro de pior visibilidade.”

http://vizinhosdoareeiro.org/proposta-a-cml-tornar-o-bairro-dos-actores-numa-zona-30/

> A proposta fui muito bem acolhida e será alvo de estudo. De ressalvar que no começo da Rua Abade Faria já existe uma passadeira elevada (como as que são instaladas nos bairros tornados em Zona 30) e que a proposta surgiu de moradores.

“Arrumadores” na Av Guerra Junqueiro: Dupla Tributação e Apelo à sua integração social

2018-07-02

https://vizinhosdoareeiro.org/arrumadores-na-av-guerra-junqueiro-dupla-tributacao-e-apelo-a-sua-integracao-social/

“Os Subscritores desta mensagem apelam à CML e, em particular, à Polícia Municipal que adoptem medidas nas zonas de estacionamento reguladas pela EMEL por forma impedir a “dupla tributação” que decorre da actividade dos arrumadores de carros que operam nestas zonas (p.ex. Na Av. Guerra Junqueiro).

Apelam ainda à CML que identifique eventuais carências sócio-económicas destas pessoas e actue em conformidade à sua integração social.”

> O Vereador indicou que seria feito um reforço do policiamento local mas concordou que era um problema de natureza social e que os serviços sociais iriam ser informados no sentido de se sinalizar o problema. O problema não ocorre apenas neste local (p.ex.ocorre também junto à capela da Igreja S. João de Deus e noutras zonas da cidade).

“Dia Verde” para a Carris: Sugestão à CML                

2018-03-05 14:47

http://vizinhosdoareeiro.org/dia-verde-para-a-carris-sugestao-a-cml/

“Os subscritores sugerem à CML (enquanto gestora da Carris) que esta avalie os modelos inovadores em ensaio, por exemplo, em Londres pela Citymapper e que, através de uma app de telemóvel permitirão reservar antecipadamente lugares nos miniautocarros de oito lugares para percursos urbanos e o modelo que a Uber está a experimentar nos EUA e que permite que veículos reservados numa app aguardem num dado local até à chegada de quem fizer a reserva e que se aplicaria, igualmente, a este tipo de miniautocarros.

Sugerimos ainda à Carris que esta empresa teste durante algum tempo um “Dia Verde”, por exemplo, a primeira segunda-feira de cada mês em que o transporte fosse gratuito por forma a aferir o impacto na cidade, poluição e circulação urbana de uma eventual gratuidade do transporte público em Lisboa”

> A primeira parte da proposta já é, em certa medida, cumprida pelo Areeiro Porta a Porta (embora a divulgação do serviço esteja longe de ser perfeita: mas este é um serviço da Junta não da CML)

> A proposta do “dia verde” foi já, ensaiada, na Semana da Mobilidade e não terá tido uma adesão significativa. A CML vai estudar a proposta na direcção do projecto, em estudo, de um “dia sem carros” mensal, estando a Avenida da Liberdade e Saldanha na lista de locais onde esse projecto poderá ser implementado. Está também a ser avaliada a hipótese de criar um dia “play on the street”, tendo o vereador desafiado a Associação para propor um local, que poderia ser no Bairro dos Actores com a reserva para trânsito pedonal e de meios ligeiros de mobilidade num dia (ao modelo ao que fazia a EGEAC junto ao Maria Matos). Outra opção seria uma rua perto de um estabelecimento de ensino na freguesia. Ambas as opções (e outras: ainda por identificar) estão em avaliação. A medida deverá ser ainda articulada com a junta, existindo interesse da população.

> O “Cartão Navegante Escola” pode ser pedido pelos colégios privados (alguns já aderiram) e procurou saber se o colectivo de moradores poderia divulgar a existência desta facilidade junto da rede de moradores.        

Estacionamento Selvagem Em Torno Do Pavilhão Do Casal Vistoso                

2018-07-23

https://vizinhosdoareeiro.org/estacionamento-selvagem-em-torno-do-pavilhao-do-casal-vistoso/

“É frequente – em eventos patrocinados pelo município – assistir ao estacionamento caótico na rua de acesso ao Pavilhão Municipal Casal Vistoso: os autocarros e carrinhas que transportam utentes a estes eventos estacionam em segunda fila, com motores ligados e usando e abusando da sinalização sonora

Porque é que estes veículos não utilizam o parque da Sarmento Beires para estacionar depois de largar as crianças?

Porque é que não desligam os motores, cujo ruído se propaga para dentro dos apartamentos?

De considerar, também, o desvio de tráfego não local para o descampado acima do pavilhão, sem entrar na João da Silva, que devia ter um só sentido, abrindo-se uma rua para permitir a circulação à volta do pavilhão com o sentido único e uma outra saída”

> A autarquia irá contactar a gestão do parque por forma a que esta reforce as instruções dadas aos motoristas para que não deixem os motores ligados enquanto esperam os seus passageiros evitando assim a criação de ruído e poluição desnecessária. As restantes partes da proposta serão analisadas

> Vai analisar a recomendação da AML também referente ao estacionamento e circulação nestes arruamentos.

Happy Hour EMEL Para Clientes De Zonas Comerciais (proposta)                

2018-09-06

http://vizinhosdoareeiro.org/happy-hour-emel-para-clientes-de-zonas-comerciais/

“Propomos que a EMEL entre as 1230 e as 1430 reserve uma certa quantidade de lugares de estacionamento gratuitos (claramente identificados) para estacionamentos junto a zonas comerciais ou de restauração por forma a incentivar a vida comercial local.

Estas zonas em “happy hour” seriam gratuitas para veículos com dístico da EMEL (de outras zonas): para não promover uma maior entrada de veículos na cidade.

Esta iniciativa poderia ter uma zona piloto na Av Guerra Junqueiro”

> A Empark tem uma opção que consiste na existência de cartões pré-comprados (em blocos de 100 unidades cada) que garantem um acesso gratuito na primeira hora e a um preço muito baixo nas seguintes ao estacionamento (perto da Guerra Junqueiro temos o Parque Londres e o da Alameda). A CML está a estudar formas de que essa distribuição e divulgação junto aos comerciantes possa ocorrer.

Pedido de recuperação de lugares de estacionamento no Areeiro        

2018-07-12

https://vizinhosdoareeiro.org/pedido-de-recuperacao-de-lugares-de-estacionamento-no-areeiro/

“Existem na freguesia do Areeiro vários lugares de estacionamento que carecem de revisão por parte da CML por forma a recuperar para moradores alguns lugares de estacionamento. Em particular:

a. Rua Augusto Gil: O novo bar “victor horta” tem reservado estacionamento nocturno pela colocação de pinos com corrente no que era uma antiga garagem. Esta reserva é legal?

b. Av Óscar Monteiro Torres: uma igreja tem aqui uma reserva de estacionamento permamente, mesmo nos horários em que não em funcionamento (pede-se limitação horária)

c. Loja de Móveis Universal da Sacadura Cabral (Nº27): Antiga garagem transformada em loja e com alerta (falso?) de reboque em caso de estacionamento

d. Av Marconi: Junto ao stand da Opel com lugares reservados com pinos por proprietário. É legal?

e. Antigo Colégio Paula Frassinetti na Av México, 7: Esta escola já fechou mas as reservas de estacionamento continuam no local

f. Antigos CTT das Olaias na Rua Sarmento de Beires

g. Lugares da AML reservados em frente ao fórum Lisboa. Já que a CML quer estimular políticas de mobilidade, pode começar por dar o exemplo e acabar com as reservas de estacionamento para si própria (há um parque de estacionamento no subsolo do Fernando Pessa)

Os Subscritores pedem à CML que reveja estas reservas e corrija qualquer situação menos regular.”

> Lista foi bem acolhida e será alvo de análise por parte da Direção Municipal da Mobilidade já que se poderá traduzir numa recuperação significativa de lugares de estacionamento para moradores.

> De igual modo o autarquia mostrou disponibilidade para avaliar a passagem a estacionamento reservado a moradores de mais arruamentos do Bairro dos Actores se entendido necessário. Foi apresentada uma proposta para introdução de uma ciclovia na Rua Atriz Virgínia com vista a ligação da Praça de Londres a Marvila, ciclovia essa que pode ter um percurso alternativo pela Av. Afonso Costa. A Associação sugeriu que caso a opção fosse a Atriz Virginia, onde a ciclovia ficaria melhor integrada, instalar-se uma nova zona de estacionamento na Rua João Castilho para compensar, igualmente, essa perda de lugares (tal opção daria, em tese, inclusivamente um crescimento dos lugares de estacionamento disponíveis no Bairro dos Actores o Bairro na freguesia do Areeiro onde mais falta de lugares de estacionamento – especialmente de noite – se faz sentir junto dos moradores). De sublinhar que esta decisão ainda não está tomada sendo a Avenida Afonso Costa a outra opção.

Propostas De Melhoria Ao Sistema De Bicicletas GIRA                

2018-09-13

http://vizinhosdoareeiro.org/propostas-de-melhoria-ao-sistema-de-bicicletas-gira/

“Tendo em conta que se têm multiplicado os relatos de problemas com o reconhecimento do termo da viagem pelas docas, que se aproxima a entrada plena em funcionamento da rede e os impactos que estes erros poderão ter na confiança e, logo, na adesão ao sistema propomos que:

1. O fim da viagem seja realizado através da App, após a bicicleta ter sido colocada na doca apropriada, obtendo assim uma confirmação na aplicação de que foi concluída com sucesso. Caso a bicicleta não tenha sido colocada devidamente no local ou exista algum problema com a doca a aplicação não deixará realizar o fim de viagem, tendo assim o utilizador conhecimento imediato da existência de um problema (este procedimento será à semelhança de aplicações como a DriveNow que exige esse passo ao utilizador de forma a garantir o fim de viagem)

opcionalmente o sistema poderia enviar um SMS informando o utilizador de que a viagem foi concluída com sucesso.

2. A verificação da rotina que na App dá por concluído o percurso. Há relatos de que, por vezes, quando o percurso termina a App continua a contar o tempo. E há que desligar a app, voltar a ligar, clicar em mapa, para só aí terminar a viagem e pede a pontuação.

3. Propomos também a adição de um alerta ao utilizador que após uma utilização anormalmente longa (superior a, por exemplo, uma hora) envie um SMS de alerta.

4. A instalação de sensores de peso que alertem para a possível presença de dois utilizadores no equipamento

Bloquear o uso simultâneo, a partir da mesma conta e em telemóveis diferentes de uma bicicleta GIRA por forma a dificultar os abusos de utilização do sistema.”

> A proposta foi apresentada e será analisada.

> Foi abordada a actual carência de bicicletas GIRA e os problemas de disponibilidade de bicicletas e de manutenção junto do operador. A situação melhorou, nos últimos dias, tendo passado de menos de 290 para mais de 400 esperando-se um reforço significativo do parque em breve, até às 700 unidades e a satisfação do plano inicial de 1400 até fevereiro de 2019. Estes problemas têm ditado a suspensão de abertura de novas estações (como a da Av de Paris), que deverão alcançar as 140 apenas quanto as 1400 GIRA estiverem operacionais.

> Foram apresentadas sugestões como a inserção de um questionário avaliativo do regras e boas práticas de uso de bicicletas na app móvel e a afixação das mesmas nas estações, assim como a da colocação de um nº único identificativo das bicicletas nas mesmas por forma a facilitar utilizadores que não respeitem as regras e a trazer mais responsabilidade ao uso do sistema.

> A questões das trotinetes eléctricas foram abordadas, especialmente no que concerne à sua presença, em estacionamento, sobre o passeio. A CML confirmou que os hotspots sobre o passeio são da sua responsabilidade e que serão criados novos em breve para acolher os novos operadores que devem estar prestes a entrar no mercado sujeitando às mesmas regras já acordadas com a Lime.

> A CML vai reforçar o número de estacionamentos para bicicletas e motas e instalar barras de segurança em 800 dos já existentes (um pedido insistente dos moradores)

        

Sugestão sobre eventual alteração à circulação na Av de Paris                

2018-03-27

http://vizinhosdoareeiro.org/sugestao-sobre-eventual-alteracao-a-circulacao-na-av-de-paris/

“Caso se confirmem as alterações à circulação automóvel na Av. de Paris, nomeadamente a inversão do sentido entre Praças (Londres/Pasteur), os subscritores sugerem à CML que sejam eliminados os dois lugares de estacionamento na entrada, após o túnel, da Rua Presidente Wilson, um na sequência da Padaria Portuguesa (dir.) e o da Pastelaria Zurique (esq.), por forma a não impedir o trânsito automóvel, em especial de veículos pesados, afectos à recolha de “lixo”, Pingo Doce, colégios, bombeiros, ambulâncias, mudanças (etc).

A entrada deve apresentar-se desobstruída para garantir a fluidez de trânsito e o livre acesso dos veículos em socorro e marcha de urgência.

Relembramos, a estrutura dos edifícios da “Wilson”, “Paris” e “Pasteur”, possui pavimentos em vigamento de madeira, propagadores rápidos de fogo aos pisos superiores, com o perigo de um pequeno incêndio tomar por completo um edifício com dezenas de frações.

Sugerimos que a perda de lugares, pelo descrito e pelas ciclovias a instituir, seja compensada por um Protocolo, de baixa renda para residentes, com os operadores dos parques de estacionamento próximos, na garantia que a cidade é todos e para todos.”

> A sugestão foi bem acolhida, especialmente no ponto da Presidente Wilson. O ponto que refere os preços de estacionamento vai merecer uma abordagem numa escala maior já que todos reconhecem que há um problema de fraca optimização dos lugares em parque em Lisboa estando, nomeadamente, um piso inteiro do parque da Alameda encerrado, como é, aliás, do conhecimento público.

Túnel no Jardim Fernando Pessoa (sugestão de aumento de segurança pedonal)        

2018-06-15

https://vizinhosdoareeiro.org/tunel-no-jardim-fernando-pessa-sugestao-de-aumento-de-seguranca-pedonal

“Os Subscritores solicitam à CML a alteração do pavimento do acesso ao Jardim Fernando Pessa pela Rua Cervantes, por ‘calçada do tipo passeio’ — valorizando a circulação pedonal num percurso em túnel sem passeio, com reduzida iluminação e pavimento irregular — por forma a minimizar os riscos de circulação. Em conformidade, requerem que seja considerada a sinalização de “via partilhada (Artigo 78.º do Código da Estrada — A Zonas de Coexistência)”

> A proposta foi bem acolhida pela CML que desencadeará agora um estudo no sentido de estudar a sua viabilidade.


No termo da reunião, o Vereador e a Directora Municipal fizeram questão de valorizar o papel da Associação pelo seu papel ativo de cidadania.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *